quinta-feira, 22 de setembro de 2016


Ano letivo de 2016/2017


É com enorme prazer que a equipa da Biblioteca dá as boas-vindas, no ano letivo de 2016-2017, a toda a Comunidade Educativa.

Acreditamos que a Biblioteca Escolar tem beneficiado muito os alunos do Agrupamento, contribuindo para um ensino de qualidade, sempre atenta às necessidades, interesses e motivações  de cada um.                                       

Neste ano em que a rede de Bibliotecas Escolares comemora 20 anos, a nossa Biblioteca junta-se a esta grande festa com atividades diversas que serão divulgadas oportunamente.                                                                                                                                                                    
Desejamos a todos um excelente ano de trabalho!  

                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                

sexta-feira, 22 de julho de 2016


 FÉRIAS...

   A maior parte dos nossos alunos já há muito que está de férias. Alguns entraram de férias há pouco,  depois de “despachados” os exames que faltavam.
   Alguns funcionários já foram de férias e outros ainda cá estão porque a escola nunca fecha.
  Os professores ainda estão por cá a acabar os trabalhos pendentes do ano que agora finda e a preparar o novo ano.
   Vamos também dar férias ao nosso blogue, mas, antes, queremos desejar umas boas férias a quem ainda não as começou e uma excelente continuação de férias a quem já as iniciou com sol, mar, tempo a passar devagar, risos, amigos e claro, descanso acompanhado de um bom livro... porque
um livro faz-nos sempre boa companhia, seja pousado na toalha sobre a areia da praia, seja na mochila quando vamos de viagem, e nada mais exige de nós, a não ser a

LEITURA.


Boas Férias!

A equipa da Biblioteca Escolar

sábado, 25 de junho de 2016

"História de Amor"

Já é possível visualizar o vídeo realizado pelos alunos do 5ºC, intitulado "História de Amor", a partir de uma história inspirada em personagens de obras de Luísa Dacosta, no âmbito do Projeto de Animação Comum da Leitura entre a Biblioteca Municipal Almeida Garrett e a Biblioteca Escolar, sob a orientação da professora de Educação Visual da turma, com o apoio da Câmara Municipal do Porto e do Instituto Superior de Engenharia do Porto. 
Para aceder ao vídeo, basta clicar em "História de Amor".



Projeto de Animação Comum da Leitura


   
   As fotografias que se seguem lembram bons momentos da apresentação do Projeto de Animação Comum da Leitura, na Biblioteca Almeida Garrett (trabalho desenvolvido no Clube Dez Dedos de Escrita e na Comunidade de Leitores) .

  Muitos alunos da Escola Básica 2/3 do Viso leram expressivamente e declamaram os textos já publicados! Proporcionaram-nos um momento de leitura encenada de textos de Luísa Dacosta e dos alunos /turmas que participaram neste projeto.

  O 5º B proporcionou-nos ainda um momento de teatro com a representação de uma recriação de A Menina Coração de Pássaro e de o Principe Que Guardava Ovelhas .  O  5ºC realizou um filme de animação - “História de amor” - com recurso ao programa Scratch. Este trabalho desenvolveu-se a partir de duas obras de Luísa Dacosta-  A Menina Coração de Pássaro e o Principe Que Guardava Ovelhas.

Há trabalhos expostos na BMAG durante o mês de junho!

Fica o convite para ver as fotografias e para ler os textos escritos pelos nossos alunos!













terça-feira, 21 de junho de 2016

   No âmbito do Projeto de Animação Comum da Leitura da Biblioteca Almeida Garrett, muitos alunos da Escola Básica 2/3 do Viso escreveram, leram expressivamente e declamaram... Os textos que se seguem são as palavras desses alunos levados pela inspiração das palavras de Luísa Dacosta. Foram escritos, uns no Clube Dez Dedos de Escrita, outros na Comunidade de Leitores, atividades dinamizadas pela Biblioteca Escolar, sendo que a atividade Comunidade de Leitores foi feita em articulação com a disciplina de Português.

1. Palavras


Tocam-me
como lábios,
como beijos.
Pássaros, sedentos de ramos
e de sombra,
pousam-nos nos ombros.
A movimentos de asa,
desenham-me ainda um corpo
- Secreta arquitectura de água,
Rasgada no vento.


                               Luísa Dacosta


Palavras

Escondidas, prontas para atacar,
São palavras que doem,
Que ferem, atormentando a vida
Daqueles que as ouvem.

Escuras, sentem-se,
Magoam, mas,
Por um raio de luz, desvanecem.
Mas não para sempre...

                               José Coutinho, 7º B (Clube Dez Dedos de Escrita)


Palavras

Vêm com o vento.
Eu abro a janela e
Uma brisa sopra.
Ao de leve sinto, ouço
As palavras que saem do teu corpo,
Dos teus lábios.
Penso, repenso e,
Do nada sinto-me
Rodeado.
Levanto voo e
Embalado pelas palavras
Me cresce uma paixão.

                               Gonçalo Rocha, 9º B (Clube Dez Dedos de Escrita)



Palavras

Eu deito-me,
E sonho.
Sonho que desenho.
Que desenho Palavras.

Umas tristes,
Outras felizes.
Umas malvadas,
Outras queridas e engraçadas.

Eu sonho,
Mas sonho feliz.
Pois desenhar palavras,
E fazer os outros felizes,
Faz-me a mim
Sorrir.

                               Rafael Santos, 7º B (Clube Dez Dedos de Escrita)

As Palavras

Têm a cor verde como a esperança, a folha e a árvore,
O planalto esverdeado, a maçã e os arbustos.
Verdes como as tartarugas, o musgo e as algas.
Verdes como a floresta, a maresia e o mundo.

Refrescam como a sombra e o mar.
Completam histórias com derrotas e vitórias.
Aquecem como os amigos e o calor.
São criativas como um grande pôr-do-sol.
Voam quando o vento lhes toca.
Fazem com que sonhemos acordados.
Esvoaçam como o pensamento das pessoas.
Prolongam a alegria e acabam com o mal.
São alegres como as flores e toda a natureza.
São nossas amigas e têm um sentido radiante.
Gostam de todos.
A mim aquecem-me.

Com elas escrevo natureza, paraíso, bonança e beleza.
Com elas escrevo a paz, a união, a harmonia e a liberdade.
Com elas escrevo família, alegria, flores e cores.
Com elas escrevo amizade, asa de pássaro e poesia.
Com elas escrevo tudo.

                               Poema coletivo do 5º A (Comunidade de Leitores)



Não é o restolhar do vento.
É a tua lembrança
Que se ergue em mim.

Não é a rosa a esfolhar-se.
É a minha boca – sede e romã –
Que sangra na tarde.
Não é a noite que desce.
É a sombra dos teus olhos
A fechar o horizonte.

                               Luísa Dacosta

Poema de amor

Os teus lábios escarlates me ofuscam
O teu amor me corre nas veias
Amor vivo, amor doce
Amor sem fim e sem princípio.

A tua saudade me preenche
E na noite eu me encontro
Embalado pela luz do teu olhar.

Os teus olhos reluzentes
Fazem-me esquecer das gentes que vejo passar.

As tuas mãos, os teus gestos me fazem pensar
Quem sou?
Porque o sou?
Vou apenas deixar passar…

                               Gonçalo Rocha, 9º B (Clube Dez Dedos de Escrita)


Quero todo o teu espaço
e todo o teu tempo.
Quero todas as tuas horas
e todos os teus beijos.
Quero toda a tua noite
e todo o teu silêncio.

                               João Silva, 9º B (Clube Dez Dedos de Escrita)





  
Do teu peito aberto eu voo.
Navego no teu corpo.
Toco-te de leve
como se de uma brisa se tratasse.
E tu, meu amor,
permaneces em silêncio.
Permaneces quieta, muda.
Firme e hirta, soltas uma palavra.

                               Gonçalo Rocha, 9º B (Clube Dez Dedos de Escrita)


“A beleza é igualada pelo sofrimento, e é ele que a torna tão necessária, frágil e preciosa.”
                                                                                                                                                             Luísa Dacosta

Como:
A beleza das nuvens escuras que parecem novelos de lã.
A beleza do calor que queima mas também aquece e conforta.
A beleza do mar agitado com a força das ondas de encontro às rochas.
A beleza da chuva no momento de adormecer.
A beleza do outono com as folhas a cair.
A beleza do pôr-do-sol que ilumina o fim do dia.
A beleza das flores que murcham e ficam suaves.
A beleza do inverno na neve que cai e no fundo que embranquece.
A beleza das árvores despidas, como rendas, no inverno.
A beleza dos relâmpagos que tudo iluminam.
A beleza da noite que nos abraça.
A beleza da tristeza que quando nos atinge, faz-nos sentir vivos.

Texto coletivo do 5º A (Comunidade de Leitores)

Fatalidade

Não sei tecer
senão espumas,
nuvens
e brumas.
Coisas breves,
leves,
que o vento desfaz.

Como prender-te
em teia tão frágil?

                               Luísa Dacosta






Tão frágil que se quebra
Com uma simples lágrima,
Ou uma discussão.
A minha teia é irreversível.

Nunca me digas não,
Com os teus braços enrolados em mim,
Como um pássaro aterrando em casa.

                               José Coutinho, 7º B (Clube Dez Dedos de Escrita)

Não sei tecer
senão o sonho,
as flores,
e os animais.
Coisas simples,
duradouras,
que a felicidade nos traz.
Como crescer sem sonhar?

Não sei rimar
senão falar de livro,
coração
e amigo.
Coisas intermináveis,
que nem o sofrimento apaga.
Como viver sem um amigo?

Não sei gritar
senão paz,
harmonia
e alegria.
Sentimentos que deviam governar o mundo,
mas que a vida desfaz.
Como é não conseguir sonhar?

Não sei viver
senão a dançar coisas vivas
e a sonhar com liberdade.
Não sei o que é a vida
senão coisas da imaginação,
que se tornam reais
quando descobrimos o seu sentido.
Como viver a vida se estamos frágeis?

Não sei pensar
senão se a vida tem sentido,
se o mar é infinito
e se as coisas insignificantes podem destruir o mundo.
Coisas invisíveis,
profundas,
que o sonho não pode travar.
Como fazer um mundo melhor?


                               Texto coletivo do 5º A (Comunidade de Leitores)

quinta-feira, 16 de junho de 2016

"Curtas" com mais novidades...


 Aproxima-se  o dia 30 de junho - data limite de votação nas Curtas, no âmbito da comemoração dos 20 anos da Rede de Bibliotecas Escolares(RBE).

 Já apreciaste o vídeo nº 74? Trata-se do vídeo realizado por um grupo de alunos da EB 2/3 do Viso no PORTO!

 Para o visualizares e votares basta ires à página 
https://www.facebook.com/rbeportugal/procurares o vídeo nº 74 e clicares no GOSTO, se gostares de verdade!
 No momento desta edição já contamos com 197 "GOSTOS"! Para que o nosso vídeo seja selecionado precisamos de aumentar este número! O vídeo merece , de facto, mais apreciadores! Não percas a oportunidade de o visualizar e de o partilhar com os teus amigos/ contactos!
  
  
"Toca" a apreciar e a votar!

quarta-feira, 8 de junho de 2016




A Feira do Livro 
e o
Encontro com Pais


com o lema  Ler Histórias Une a Família já chegou à Biblioteca da EB do Viso

  

 Convidamos a comunidade educativa para a Feira do Livro  a decorrer na Biblioteca da EB do Viso até dia 9 de junho.  A inauguração deste evento ocorreu ontem, dia 7 de junho, às 17:30 com um Encontro com Pais, sob o lema Ler Histórias Une a Família. 



Partilharemos algumas fotografias do momento especial da inauguração.






terça-feira, 31 de maio de 2016


FEIRA DO LIVRO 
 ENCONTRO COM PAIS

COM O LEMA  LER HISTÓRIAS UNE A FAMÍLIA

(BIBLIOTECA DA EB DAS CAMPINAS)

  
   A Feira do Livro da EB das Campinas decorreu entre 24 e 27 de maio, conforme divulgação anterior. No momento da inauguração, a comunidade escolar foi, calorosamente, recebida pelo Diretor do Agrupamento e pela Coordenadora da Biblioteca Escolar.  
   Chegou o momento de partilhar algumas fotografias da inauguração da Feira do Livro da EB das Campinas e do Encontro com Pais. Estas são esclarecedoras, relativamente ao momento especial de partilha que ocorreu, na biblioteca desta escola, com muita alegria, curiosidade e entusiasmo, entre alunos, pais, educadoras e professoras. 
  É certo que ler histórias une, verdadeiramente, a família!














quarta-feira, 25 de maio de 2016


A CIÊNCIA, COM PEQUENOS CIENTISTAS, CHEGOU, DE NOVO, À BIBLIOTECA!

   No mês de maio,  os nossos cientistas aprendem o processo artesanal do queijo fresco, e, no fim, saboreiam-no!  

  As sessões calendarizadas e divulgadas em cartaz e no blogue sobre a "Ciência na Biblioteca" são coordenadas pelas professoras Paula Lopes Quental (Ciências Naturais) e Ana Paula Alves (Coordenadora da BE/CRE) e contam com a colaboração privilegiada  da Filipa Pinto do 7ºB.  Estas sessões contam com o apoio da assistente operacional que apoia a BE/CRE, Rosário Duarte. 

   Publicam-se algumas fotografias das sessões já realizadas com as turmas B e C do 7ºano.










segunda-feira, 23 de maio de 2016


Feira do Livro 
Encontro com Pais

com o lema  Ler Histórias Une a Família (Biblioteca da EB das Campinas)

  

 Convidamos a comunidade educativa para a inauguração da Feira do Livro e para um Encontro com Pais, sob o lema Ler Histórias Une a Família, que terá lugar na Biblioteca da EB das Campinas, no dia 24 de maio, pelas 17h30. Este evento insere-se  na Comemoração do "Mês da Família".  






terça-feira, 17 de maio de 2016

"Curtas" com novidades...


Já é possível visualizar o vídeo produzido, na EB 2,3 do Viso, no âmbito do desafio" Curtas", no link
O vídeo foi construído a partir do guião criado no Clube " Dez dedos de escrita".


A partir de 27 de maio será feita a publicação dos filmes pela RBE, na sua página de Facebook https://www.facebook.com/rbeportugal/, local onde terá lugar a votação pelas comunidades educativas até ao dia 30 de junho. 

"Toca" a apreciar e a votar!